Curso de formação em Aprenda a programar em JavaScript com foco no back-end

O back-end, por sua vez, cuida da interação entre a aplicação e o servidor. Nesse cenário, estão as consultas a banco de dados, listagem de informações, registro e atualização de novos dados e implementação das demais regras de negócio que envolvem o funcionamento do sistema. O front-end é a área responsável pela construção da parte visual do sistema. Isto é, das telas e elementos que a pessoa usuária utilizará para navegar e interagir com a aplicação. É também responsabilidade do front-end zelar por uma boa experiência de uso e por recursos de acessibilidade.

  • É o código, desenvolvido por programadores, que permite que um banco de dados e um aplicativo se comuniquem entre si.
  • Para alguma inspiração, aqui está uma lista de trabalhos que mais usam SQL.
  • Por outro lado, outros podem achar o desenvolvimento backend mais difícil devido à complexidade dos sistemas.
  • Os frameworks costumam ser ótimas ferramentas para arquitetos de software que constroem a base de um aplicativo ou programa usando as bibliotecas de código do framework, ferramentas integradas e funções especiais.
  • O ASP.NET é uma resposta da Microsoft ao Java da SUN Microsystem (agora se chama Oracle).
  • Mesmo assim, pode ser uma boa plataforma para cometer erros e aprender com eles, principalmente porque você normalmente tem planos pré-pagos para eles.

O desenvolvimento web backend cria a base que permite que os sites processem as ações que os usuários fazem no front end. No que o desenvolvedor backend vai trabalhar dependem do cargo que ele vai preencher e a empresa. Eles escrevem códigos focados na funcionalidade e na lógica que faz o aplicativo web que eles trabalham funcionar, e a tecnologia que eles utilizam nunca é vista pelos usuários que acessam a aplicação web. Trata-se de uma linguagem back-end que tem como base o C, mas com recursos aprimorados. Além de ser orientada a objetos, é uma linguagem que permite acesso ao hardware e é utilizada na construção de sistemas back-end, sistemas operacionais, bancos de dados, jogos e outros. Vimos que quem trabalha com sites — desenvolvimento web — é chamado de Front End, quem faz aplicativos é um desenvolvedor Mobile e que o Back End cuida da aplicação que está por trás desses 2 tipos, entre outros casos.

O que é back end? Entenda de uma vez por todas!

Isso faz com que a comunidade de pessoas envolvidas na resolução de problemas e dúvidas seja menor, não havendo assim tanto suporte. O JavaScript surgiu com a função bootcamp de programação de trazer interatividade aos elementos de uma página web. Entretanto, com o passar do tempo e com o ganho de popularidade, a linguagem adquiriu novas funções.

  • Ambas são linguagens de programação dinâmica, open source, e orientados a objetos.
  • Estagiários são aqueles que estão adquirindo experiência prática enquanto ainda estão estudando ou no início de suas carreiras.
  • Ele se concentra em bancos de dados, lógica de back end, APIs e servidores.
  • Ele também discutiu como o front-end pode ser um lugar cheio de perigos – pisar no lugar errado e você ficará sobrecarregado com os muitos frameworks do ecossistema do JavaScript.
  • É o padrão de arquitetura do MVC (Model-View-Controller) que permite com que as tarefas do desenvolvimento backend sejam tratadas por um controlador, que interage com um modelo para processar dados.

Eles são versáteis, capazes de construir aplicações desde o design da interface do usuário até a lógica do servidor e a interação com o banco de dados. As linguagens de desenvolvimento de back-end lidam com a funcionalidade ‘nos bastidores’ dos aplicativos da web. É o código que conecta a web a um banco de dados, gerencia as conexões do usuário e alimenta o próprio aplicativo da web. O desenvolvimento de back-end funciona em conjunto com o front-end para entregar o produto final ao usuário final. Um desenvolvedor back-end é responsável por criar e manter a parte do sistema ou aplicação que lida com a lógica de negócio, o processamento de dados e a interação com bancos de dados e servidores. Em resumo, o desenvolvedor back-end se concentra na parte do sistema que funciona “nos bastidores” e não é visível para os usuários finais.

– Linguagem backend: Go

Pode ser utilizado no backend com outras tecnologias JS como o NodeJS e Express. Se uma empresa ou companhia tiver um banco de dados, é bem provável que ela esteja utilizando o SQL para fazer buscas dentro do banco. O Ruby envolve pouco trabalho backend, permitindo com que desenvolvedores rapidamente criem e lancem aplicações. O Ruby cresceu em popularidade no começo dos anos 2000 como resultado de sua facilidade, mas caiu em popularidade desde então.

É a camada responsável por toda a lógica e funcionalidade que ocorre nos bastidores de uma aplicação. Enquanto o Front End se preocupa com a interface visual e interação com o usuário, o Back End é responsável pelo processamento de dados, armazenamento em bancos de dados, segurança e integração com outros sistemas. Um programador https://www.portalonorte.com.br/concursos-e-empregos/por-que-investir-em-um-bootcamp-de-programacao-em-vez-de-cursos/123213/ é um profissional responsável por desenvolver a parte lógica e funcional de um sistema ou aplicação web. Ruby é uma linguagem de programação que pode ser usada com Ruby on Rails (RoR), um framework feito especificamente para Ruby que permite criar e executar tarefas usando menos código.

Arquitetura de Software

Escolher por onde começar pode ser muito difícil para quem
está começando na carreira de programador e uma escolha errada pode causar
frustração e desistência. Vamos ver um exemplo de como seria eles trabalhando em conjunto em uma operação. Como vimos o Back-end é a camada principal, é ele quem dá inteligência para o software, processando os dados e executando tarefas. Na tela do aplicativo do uber, você informa o local de origem/destino e o tipo de carro – Essa tela que você está vendo e inserindo informações é o Front-end do aplicativo. O Front-end é a camada do software que aparece na tela do nosso computador ou do nosso celular. Tudo que a gente consegue ver e interagir em um software faz parte da camada Front-end.

  • A Interface de Programação de Aplicativos é, basicamente, uma interface simples para acessar ou invocar algum processamento complexo em segundo plano exigido pelo programador.
  • Como os servidores são o meio mais comumente usado para fornecer serviços importantes, a maioria dos servidores nunca é desligada.
  • Pelo fato desta linguagem ser bem flexível, os objetos criados nessa linguagem são lentos.
  • Ele contém texto, imagens e hipertexto, e permite a navegação de página em página ao mesmo tempo em que fornece uma plataforma amigável para formatação de documentos.

Ele também discutiu como o front-end pode ser um lugar cheio de perigos – pisar no lugar errado e você ficará sobrecarregado com os muitos frameworks do ecossistema do JavaScript. Dois estilos de API que você pode encontrar como desenvolvedor de back-end são SOAP e REST. Aqueles que trabalham de perto com dados podem se beneficiar do aprendizado de SQL.